icone guerra quimica e biologica Junte-se a leitores inteligentes e receba atualizações, artigos e imperdíveis sobre guerra química e biológica!

Segundo publicação da BBC Brasil a ONU confirmou de forma inequívoca que foi empregado gás Sarin na região de Damasco, Síria em 21 de agosto de 2013. Existem outras suspeitas de uso de armas químicas pela Síria. 

 

Os inspertores da ONU coletaram amostras de cabelo, sangue, solo, água e roupas contaminadas, e nesta segunda-feira (16) o relatório confirmou que foi utilizado grande quantidade de gás sarin na Síria, porém, a ONU não pode informar se de fato foi o governo sírio ou os rebeldes que utilizaram a arma química. A ONU tinha como objetivo determinar se armas químicas foram utilizadas contra civis.

O governo sírio informou que entregará as armas químicas ao controle internacional e enviou documentos a ONU se comprometendo a aderir à Convenção sobre Armas Químicas.

A Convenção de Armas Químicas tem como objetivo proibir o desenvolvimento, produção, estocagem e emprego de armas químicas, bem como o uso de gases tóxicos e métodos biológicos em guerra. Atualmente, 189 estados são signatários da  OPCW (Organisation for the prohibition of chemical weapons), entretanto, em 14 de outubro de 2013, pela primeira vez na história, a Convenção sobre Armas Químicas entrará em vigor para a Síria e o país se tornará o Estado-membro 190 da organização para a Proibição de Armas Químicas. 

O programa da Convenção prevê eliminar as armas químicas da Síria em pouco tempo, o país fornecerá um inventário completo das armas químicas, instalações de produção e materiais relacionados as armas químicas. Os especialistas OPCW irão investigar as instalações, e manter em locais seguros as armas até que sejam destruídas. 

Devemos lembrar que a Convenção sobre Armas Químicas representa o único mecanismo multilateral para livrar o mundo das armas químicas.